Balé da Cidade de São Paulo abre temporada 2020 com o espetáculo A Biblioteca de Babel

O Balé da Cidade de São Paulo retorna com o espetáculo A Biblioteca de Babel para a estreia da temporada 2020 da companhia.

A produção é baseada no conto Biblioteca de Babel do escritor argentino Jorge Luis Borges e discute os princípios da comunicação, a evolução e o entendimento entre os homens.

No conto, os corpos são compreendidos como um livro em sua própria exclusividade, um documento das nossas vidas e existência. Em uma das primeiras cenas, o público assiste aos bailarinos arquivados em uma prateleira como se fossem livros, isolados, cada um no seu mundo.

A ideia e o conceito são assinados pelo diretor artístico da companhia, Ismael Ivo, e pelo cenógrafo Marcel Kaskeline. O diretor também coreografa o espetáculo.

As apresentações, com duração de 70 minutos, acontecem entre os dias 07 a 13 de fevereiro, às 20h, na Sala de Espetáculos do Theatro Municipal de São Paulo. A classificação indicativa do espetáculo é de 14 anos.

Os ingressos estão disponíveis a valores entre R$ 15 a R$ 60.

O Theatro Municipal de São Paulo fica na Praça Ramos De Azevedo, s/n, na República, no centro da capital paulista.

Sem comentários

Postar um comentário