Cherry Bomb: A sensualidade e o rock pesado de The Runaways – Por Mew Jr.

Cherry Bomb foi um disco single lançado em 1976 e presente mais tarde no álbum de estreia da banda “The Runaways”.

Uma música feita às pressas pode dar em nada, certo ? Nem sempre.

As meninas do Runaways estavam com a banda quase pronta, mas faltava o principal: uma vocalista. Então, uma loira magrinha com cara de malvada, chamada Cherrie Curie, apareceu com uma história de que sabia cantar, coisa e tal. Na cabeça dela, ela cantaria música pop ou algo mais vultuoso. Mas, quando chegou na audição, o produtor Kim Fowley deu a noção do que o trabalho representava.

Ela teria que cantar, não com perfeição, mas com tesão. Tinha que ser de um jeito que fizesse os rapazes – que sempre são maioria em concertos de rock – terem uma ebulição de testosterona. Não valia apenas sensualizar, tinha que acompanhar uma banda de quatro moças afiadíssimas, fazendo rock and roll.

Sem jeito, ela nem sabia o que cantar na audição, quando Fowley teve aquele lampejo de fazer uma música explosiva e que combinava com o nome Cherrie. Puxou Joan Jett de lado e fizeram em dez minutos a letra e o esqueleto da melodia do que viria ser a música mais famosa das Runaways.

E a letra caiu como uma luva para a então tímida vocalista, que se tornaria uma verdadeira bomba atômica em cima do palco. Para quem não sabe, “Cherry Bomb” é um artefato explosivo vermelho e esférico, que lembra uma cereja.

Logo, as meninas começaram a fazer shows e a chamar a atenção. O público adorou. A mídia, chocada com cinco menores de idade libidinosas, caiu matando e começou a criticá-las de forma injusta no quesito musical.

Tempos depois, a canção ganhou aura de lendária e já foi regravada por outros grupos, como Cherrie Curie e Joan Jett em carreiras solo, e faz parte do jogo “Lollipop Chainsaw”.

A canção galgou as posições americanas e chegou ao primeiro lugar na Europa e no Japão.

 

Mew Jr. é vacinado com agulha de vitrola e tem a alma contaminada por música.

7 Comentários
  • Brenda
    Postado por 19:20h, 01 junho Responder

    Topzzeraaaaa

  • Kelly Lemos
    Postado por 19:22h, 01 junho Responder

    Simplesmente sensacional, adorei.
    Parabéns pelo excelente texto.
    Amei o ” vacinado com agulha de vitrola e alma contaminada pela música ” risos. Muito original.

  • Sueli da Silva Pereira Silva
    Postado por 19:28h, 01 junho Responder

    Bacana Júnior bom pra gente conhecer um pouco sobre o mundo do rock

  • FABIO DANIEL VICENTE
    Postado por 19:51h, 01 junho Responder

    Que dá hora mestre. Parabéns pelo belo txfo5

  • Nina
    Postado por 22:09h, 01 junho Responder

    Júnior, eu não sei nem 10% do que você sabe sobre rock. Mas, sou muito fã dos seus textos. Ta show!!!
    Adorei!!!

  • Brenda
    Postado por 09:43h, 02 junho Responder

    Topzeraaaa

  • Eloisa
    Postado por 23:51h, 04 junho Responder

    Parabéns, top demais.

Postar um comentário