Neuralink de Elon Musk pode fazer humanos usarem computador com a mente já em 2020

Após um silêncio de dois anos, o multi-empresário Elon Musk, dono da pioneira Tesla, SpaceX e Hyperloop, apresentou à imprensa as novidades sobre o projeto Neuralink, que promete conectar pessoas a computadores e equipamentos diretamente através do cérebro.

“Não será de repente, mas o Neuralink criará um cabo neural artificial que pode controlar o cérebro das pessoas”, explicou no lançamento do projeto, em julho de 2019. A intenção é permitir aos usuários poderem se conectar a um computador, celular ou qualquer outro dispositivo conectado apenas por meio do pensamento.

Inicialmente, o Neuralink deverá ser oferecido na forma de um chip cerebral que poderá auxiliar pacientes a restaurarem funções motoras, a exemplo de vítimas com sequelas nos movimentos do corpo.

A tecnologia implanta fios flexíveis mais finos que os cabelos humanos com eletrodos que coletam a atividade cerebral utilizando um laser. A novidade é capaz de prevenir problemas com vasos sanguíneos, muito comuns nesse tipo de procedimento cirúrgico, reduzindo aspectos negativos como inflamações no organismo.

Externamente, os fios terminam em um tipo de conector atrás da orelha, semelhante a um aparelho auditivo, que pode ser plugado a um USB ou Bluetooh para acesso a sistemas de dispositivos diversos. Segundo o bilionário, o sistema já conseguiu conectar um macaco a um computador com grande sucesso.

Em sua conta de Twitter, o empreendedor tem dado indicações de que a empresa já está desenvolvendo um protótipo mais avançado, que pode ser utilizado em seres humanos ainda este ano.

O empresário afirmou na apresentação do ano passado que o recurso também visa “impedir que inteligências artificiais se rebelem e assumam o controle”.

Se funcionar, o projeto pode prevenir que a humanidade seja vítima de ataques da Skynet e dos Exterminadores do Futuro.

Sem comentários

Postar um comentário