O que esperar de Matrix 4, com Lana Wachowski e Keanu Reeves

O único êxito das Wachowski pós-Matrix foi a série Sense8.

O mundo Geek foi tomado ontem pela grande novidade: Keanu Reeves retorna ao papel de Neo no recém anunciado Matrix 4.

Matrix foi um dos maiores fenômenos cinematográficos de todos os tempos, apresentando um contexto, profundidade narrativa e estética tremendamente inovadores no lançamento do primeiro longa e mantendo parte deste charme em suas sequências.

De lá para cá, as Wachowski parecem ter perdido a mão nas produções sob sua direção, à exceção do sucesso Sense8, série da Netflix, que mais uma vez ousou na temática e na profundidade narrativa.

A pergunta que fica para o grande público, e em especial para os fãs de Matrix é, o que esperar do novo projeto.

O universo temático de Matrix é bastante amplo e, à despeito das inconsistências de Reloaded e Revolutions, mostrou muitas possibilidades para contar novas histórias, como demonstrou a série The Animatrix, de 2003, que contou com a participação de renomados diretores e animadores ao apresentar outros vieses da luta da humanidade contra as máquinas.

Keanu Reeves, que gosta de manter a fama de outsider de Hollywood,  retornou ao estrelato na pele do bad guy John Wick e parece nunca ter encontrado tão elevada fama, chegando a integrar o elenco de um blockbuster dos jogos digitais: Cyberpunk 2077.

Para além dos desacertos na condução de seus projetos, as Wachowski têm, como marca de sua trajetória, uma inegável inventividade e isso pode ser um grande renovo para a franquia, que merece uma produção de qualidade, seja para encerrar a trama, seja para um reboot da série.

Kao Tokio é editor-chefe do PopGeeks, editor de conteúdo do Drops de Jogos e produtor cultural.

Sem comentários

Postar um comentário