Olimpíada de Paris terá Break Dance em 2024

O Comitê Olímpico Internacional (COI) confirmou na última segunda, dia 7 de dezembro, a inclusão do breaking (ou breakdance) na Olimpíada de Paris (França), em 2024.

A modalidade será disputada pela primeira vez e é uma das quatro adicionais às 28 tradicionais, além do surfe, skate e escalada, que já integram o programa de Tóquio, em 2021.

“De alguns anos para cá, o breaking vem evoluindo muito. Desde dançarinos que praticam e se dedicam muito até a galera que organiza eventos e workshops, além das empresas que investem. Isso pode melhorar ainda mais, agora, com a entrada nos Jogos”, comentou Pelezinho, um dos principais nomes brasileiros da modalidade, em comunicado à imprensa.

“As pessoas que não têm total conhecimento do que é a dança terão acesso a mais informações sobre o estilo e os movimentos. A visibilidade vai agregar em muitas coisas no futuro. O Brasil tem muita chance de medalhas, mas vai depender de como será formado o comitê e o sistema de disputas”, completou o B-boy, como são conhecidos os praticantes de breaking.

Outra novidade anunciada é a distribuição igualitária de vagas entre homens e mulheres nos Jogos de Paris, que será inédita. Em Tóquio, a participação feminina será de 48,8%. Na última Olimpíada, a Rio 2016, foi de 45,6%.

Haverá redução no número de disputas (339 para 329) e de atletas (11.092 para 10.500) em Paris, na comparação com 2021.

Fonte: Agência Brasil

Sem comentários

Postar um comentário